24 de fev de 2010

VALEU A PENA?


Um dia você vai ver que não valeu a pena tanta correria, para ganhar dinheiro e não usufruir.

Vai ver que o tempo passou e o cansaço tomou conta do seu corpo.

Vai ver que, mesmo rodeado de muita gente, você se sente só ou então, um dia você vai se recolher ao seu quarto e ter vontade de abraçar o travesseiro, porque não sobrou ninguém pra abraçar.

Vai ver que, entrando numa roda viva, você não é mais dono do tempo que dizem que é seu, e que não pode cedê-lo a qualquer um.

Vai ver que a vida em casa com seus familiares já está se tornando um problema e não um conforto. O telefone é chato, a roupa incomoda...

Vai ver que não valeu a pena os anos sem férias, sem descanso.

Vai ver que não tem mais ilusões e a esperança anda com vontade de dormir.

Um dia você vai ver que passou pela vida sem viver.

Freqüentou o mundo sem saber porquê. Rodou, rodou, rodou e não saiu do lugar. Pensou que foi, mas ficou. Teve tudo e não sentiu nada.

Um dia você verá que o tempo escoa tão rápido como a areia fina pelos seus dedos. Vai ver que resta parar e gritar: "Socorro!".

Um dia você vai descobrir a verdadeira Essência da vida.

E vai ver que sem conhecer a Essência da vida, nada vale a pena mesmo.

Não vale a pena você ter dinheiro, sucesso, riquezas, família, trabalho, se não conhecer a Essência da vida.

Queridos, a Essência da vida é Jesus e sem Ele a vida carece de sentido.

Nada vale a pena, porque você vai percorrer diversos caminhos para conquistar as coisas e não vai conquistar nada porque Jesus é o único caminho.

Ele que te deu a vida e apenas Ele pode te dar TUDO o que você necessita para viver.

Amados, nessa vida tudo é vaidade, daqui não se leva nada material.

Você precisa de sabaedoria para resolver os problemas, força para trabalhar, alegria para estar em família, disposição para ajudar o próximo, amor para respeitar a todos e com todos esses sentimentos, tenha certeza que você conquistará tudo o que necessita.

Mas o ÚNICO que pode te dar a sabedoria, a força, a coragem, a vontade, a disposição, o amor, é Jesus.

Busque a Paz do Senhor para a sua vida, aceite a Jesus como seu Salvador.

É hora de sorrir, de amar, de ser da família, de misturar-se com as crianças e dar a mão ao próximo, antes que seja tarde demais...

Jesus te deu muitos presentes.

Seu cônjuge, seus filhos, seus parentes, seus amigos, seu trabalho, seu alimento, seu vestir, sua casa, seu acordar e seu levantar.

Psiu... Ele te deu a vida!!! Você vive agora nesse exato momento porque ELE quer.

Será que vale mesmo a pena correr atrás de vaidades que não trazem alegrias, talvez tragam apenas prazeres momentâneos?

Será que valeu a pena tudo o que você fez até hoje sozinho, sem Jesus na sua vida?
Não perde mais tempo não!! Aceita Jesus meu irmão, minha irmã!!!

Ele restaura, modifica, da tudo o que você necessita, Ele te ama!!
Lembre-se que o tempo é algo que não volta mais...

Pense nisso, mas pense agora!

Ainda há tempo para Jesus mudar sua história, mudar seus valores.

A escolha é só sua.

Faça a sua vida valer a pena!

Você está nesse site agora, não é por sua vontade naum, viu...

Você está aqui, porque Jesus te trouxe aqui!

Ele está olhando por você nesse momento, mas se você não abrir o coração e pedir "Entra Senhor!", Ele vai continuar ai, do seu lado, só te olhando, e esperando, você decidir fazer sua vida valer a pena.

Pense, mas pense agora!

Reflita na sua vida e responda: Valeu a pena?

Mas tenha certeza: pode valer! Você quer?

(Fonte: Evangelização pessoal)

18 de fev de 2010

BASTA SENHOR



Paz e bem,


É impossível passarmos pela vida sem lutas. Todos nós, em maior ou menor grau, passamos pelo deserto. A cada vitória que conquistamos sempre haverá um novo desafio a se apresentar. Gigantes se levantam todos os dias, muralhas se interpõem contra o nosso caminhar, exércitos levantam contra nós o calcanhar, e não é raro que os nossos mais íntimos sejam generais nestes exércitos de oposição à nossa caminhada. É assim que é a vida, é assim que são os nossos descaminhos neste mundo caído.


Muitas vezes nós olhamos a Bíblia e vemos as histórias de vitórias e nos perguntamos, “porque não acontece assim comigo?”. Infelizmente os nossos púlpitos enfatizam demasiadamente as histórias de vitória. Mas a verdade é que cada personagem bíblico antes de alcançar a vitória passou por grandes lutas e terríveis provações e alguns chegaram a desesperançar da própria vida.


Vejamos o caso de José. Hostilizado pelos próprios irmãos desde a infância; vendido como escravo pelos seus; assediado pela esposa do seu senhor; lutando contra seus próprios desejos, pois não há como negar que um homem jovem sempre terá dificuldades em resistir ao assédio de uma mulher, outrossim, nenhuma mulher iria se atirar sobre um homem se não houvesse a esperança de ser correspondida. Por conta de sua fidelidade, José terminou indo para a prisão, situação infinitamente pior que a vida de escravo, pois as prisões na antiguidade, e ainda hoje em muitos lugares, eram lugares fétidos, insalubres, sem iluminação, úmidos ou secos em demasia, eram lugares que por si só já degradavam a saúde e minavam o ânimo de qualquer um. Além disso, queimava em José a saudade do pai, a dor de ser abandonado e traído pelos seus irmãos, o temor pela sua vida em uma terra estranha. Sem contar o tempo de hostilidade dentro de sua família, José sofreu durante pelo menos treze ano, sendo pelo menos três deles no cárcere, até ser levantado como governador no Egito.


Há na Bíblia a história de um profeta chamado Elias. Gostamos de destacar que Elias é aquele que fez fogo descer dos céus e que foi arrebatado aos céus, esta é a parte da história que enfatizamos. Poucos, porém, são os que acompanharam toda a história da vida deste homem. A verdade é que a maioria de nós, crentes, pouco lemos a Bíblia e o que temos de conhecimento é o que recebemos nas pregações e EBDs, daí a nossa visão simplista e muitas vezes rasas.


A primeira aparição de Elias na Bíblia ocorre quando ele aparece ao rei Acabe, e profetiza que haveria uma seca durante anos em Israel. Por conta disso ele é perseguido e se abriga na terra de Querite sendo alimentado pelos corvos e bebendo água de um córrego. Após algum tempo a água secou e os corvos não mais traziam alimento. Elias se vê obrigado a buscar abrigo em um país estrangeiro, Sidom, na casa de uma viúva. Deus sustenta a viúva, seu filho e o profeta de maneira milagrosa. No entanto, o filho desta viúva morre e ela culpa o profeta por seu infortúnio. Elias toma a criança e dirige um desabafo contra Deus: “meu Deus, também até a esta viúva, com quem me hospedo, afligiste, matando-lhe o filho?” (I Rs 17:20).


A criança ressuscitou, mas as lutas de Elias não acabaram. Após mais de três anos de seca inclemente, ele teria que voltar a Israel e se apresentar de novo ao furioso Acabe. É aí que acontece o grande feito do profeta, Deus prova ao povo que Ele é o Senhor. O fogo desce dos céus e consome a oferta, o povo tomado de temor clama “Só o Senhor é Deus! Só o Senhor é Deus!” e os profetas de Baal são mortos ao fio da espada.


Não bastasse a vitória sobre os profetas de Baal e o seu culto blasfemo, Deus honra Elias fazendo com que ele profetize o fim dos três anos e meio de seca. Agora havia chuva!


Elias, certamente acreditou que finalmente suas lutas cessariam, que a glória do Senhor se manifestando de maneira tão grandiosa significaria a restauração do Seu povo e a expulsão ou arrependimento daqueles que agiram contra o Senhor. Poderia ele finalmente descansar de tantas lutas. Mas tal não aconteceu. Jezabel, tomada de fúria, prometeu que mataria o profeta. Mais uma vez Elias tem de fugir. E é aí, nesta fuga, que ele se abrigou debaixo de uma árvore, o zimbro, e desabou em desesperança e dor.


Em sua angústia Ele pediu a morte: “Basta Senhor! Toma agora a minha alma”.

Esta é a história do homem que fez fogo descer dos céus.


Talvez você esteja assim como Elias neste momento, anelando pelo fim de suas dores, mesmo que este fim seja sinônimo também do fim de sua caminhada. Talvez você esteja passando por tantas e sucessivas lutas que seus horizontes nunca parecem apontar para o nascer do sol. Mas o Senhor não esqueceu de Elias, mesmo naquela angústia e clamando pela morte. Deus enviou-lhe um anjo que lhe deu pão e água e disse-lhe: “Levanta-te e come, porque a viagem é longa.” E, com a força deste pão e desta água, Elias caminhou quarenta dias e quarenta noites e se encontrou com o Pai no monte Horebe, o monte de Deus, onde foi ministrado pelo Senhor, que lhe falou no sussurro de uma suave brisa, e ele teve suas esperanças renovadas.


O pão simboliza Cristo, a água é o símbolo do Espírito Santo, e são estes que nos conduzem até o Pai. Quando José passou por suas inúmeras provações a Bíblia nos diz reiteradamente que “o Senhor era com José”. Estava com ele independente das circunstâncias, independente das lutas e dos horizontes sombrios. E Ele está comigo e com você, Ele estará conosco até a consumação dos séculos.


Coma deste Pão e beba desta Água, não desista! A sua viagem ainda é longa, para a glória do Senhor.




Pr. Denilson Torres

Ministério Fruto do Espírito

Fonte: www.frutodoespirito.com.br

12 de fev de 2010

FIDELIDADE E COMPROMISSO COM CRISTO


Deus manifestou maravilhas ao povo de Israel, mostrando o caminho e dando ao povo uma terra preciosa. O povo presenciou todos os milagres de Deus feitos por intermédio de Moisés, provando assim a Faraó e ao povo egípcio quem verdadeiramente era o Senhor dos exércitos. Deus foi longânimo e paciente e, mesmo assim, Israel virou as costas várias vezes ao Senhor. O Senhor escolheu Israel porque o amava e para cumprir a promessa feita a Abraão (Gênesis 12:7).

Deus sempre amou seu povo e quis o seu bem. Aos que cumprem os seus mandamentos, Deus é fiel. Mas aqueles que não ouvem a sua palavra, Deus os faz perecer (Deuteronômio 7:9-10).

No capítulo 7 de Deuteronômio, Deus faz admoestações para que Israel não se desviasse novamente do seu caminho. Deus apresenta vários conselhos para o povo sobre respeito e cumprimento de cada estatuto dado nos versículos 1 ao 5.

Deus deixa bem claro no versículo 11 que eles deveriam guardar os mandamentos, ou seja, eles tinham que ouvir e cumprir aquilo que estava sendo dito.

Deus firma nova aliança com Israel

A antiga aliança foi dada com um propósito limitado (Gálatas 3:21-25), e o povo, pelos seus pecados e infidelidade, não continuou nela. O Senhor anunciou uma nova aliança, que seria inscrita nos corações: “Porque esta é a aliança que firmei com a casa de Israel, depois daqueles dias, diz o SENHOR: Na mente, lhes imprimirei as minhas leis, também no coração lhas inscreverei; eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo” (Jeremias 31:33).

A lei do Senhor já não está escrita em tábuas de pedra, mas em corações humanos (2 Coríntios 3:3). A nova aliança é como uma fonte de esperança para seu povo, trazendo perdão pelos pecados, além de ser eterna.

Todas as profecias em relação à nova aliança apontam diretamente para Cristo, e todas se cumprem no nome que está acima de todos. “Pelo que também Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo nome...” (Filipenses 2:9).

A nova aliança foi constituída somente por meio do sangue de Cristo (Lucas 22:20). Somente através do seu sangue temos a indulgência dos nossos pecados, e não há outra forma de chegarmos na presença do Deus vivo. Devemos reconhecer a importância do sacrifício de Cristo, pois é o sangue de Cristo que “purificará a nossa consciência de obras mortas...” (Hebreus 9:14).

Nossa aliança com Deus nos compromete a sermos servos fiéis. Estaremos eternamente ligados com Cristo se permanecermos firmes na nossa aliança. De primeira mão tínhamos apenas os nossos próprios pecados, mas enquanto estávamos nesta condição Deus nos ofereceu a vida que é Jesus. E não há salvação em outro nome, a não ser o de Cristo (Atos 4:12).

Jesus Cristo, ao sofrer e morrer por nós, nos deu a vida, estando nós mortos. Éramos escravos e sujeitos ao pecado e estávamos sob a ira de Deus. Mas por causa do grande amor de Deus, ele nos transportou do império das trevas para o amor de Cristo (Colossenses 1:13).

A aliança de Deus com Davi

Davi vê Deus como a Rocha de Israel. Ele lembra de sua aliança feita com o Senhor, aliança eterna e segura. O compromisso que Davi fez com Deus não foi esquecido, a decisão de Davi estava dentro do seu coração e mesmo na sua morte suas últimas palavras foram: “Pois estabeleceu comigo uma aliança eterna, em tudo bem definida e segura” (2 Samuel 23:5). Deus é fiel conosco, também. Como Davi, nós podemos olhar para a eternidade com confiança na aliança eterna que nós dá a esperança da vida eterna.

–por Joel Oliveira Pinto

Fonte: estudosdabiblia.net

8 de fev de 2010

SONHE, MAS DÊ A DEUS O DIREITO DE SONHAR, TAMBÉM!


Queremos que tudo aconteça conforme planejamos! Não é assim? Traçamos uma linha reta do ponto de partida até o ponto final, que, no caso, seria o nosso objetivo.
Esquecemos de que, como filhos de Deus, temos um Pai que cuida de nós. E nem tudo o que queremos é o que Ele quer para nós.
Não aceitamos obstáculos, não aceitamos lutas, não aceitamos retalia¬ções, não aceitamos interferências; temos um sonho, mas Deus também tem o Seu sonho para nós.
Ninguém que serve a Deus é fru¬to do acaso. Não nascemos devido ao mal funcionamento de uma pílula an¬ticoncepcional, nem tão pouco somos fruto de um método contraceptivo que falhou. Creio que todos nascemos por indicação e escolha divinas.
Somos um projeto de Deus, o povo Seu. Ele, e só Ele, tem direito legal sobre as nossas vidas, então: dê a Deus o direito de sonhar um sonho para você.
Não brigue com o Senhor, não discuta com Ele, não desanime na peleja. Aceite o plano que Deus tem para você. Aceitar faz parte do proje¬to. Sofrer? Parece ser o veículo mais seguro de nos levar até à presença do Pai dos Sonhos.
Todos os que têm uma chamada divina trazem em suas almas, e até no corpo, as marcas do sofrimento. Por que? Por que faz parte do projeto que Deus tem para você.
Deus não quer criar filhinhos-de-papai, que não darão valor no que receberam, porque todas as coisas vieram de mão beijada. Fazem parte do plano as lutas, as provações (que, no momento, parecem ser do inimigo) mas que serão fundamentais no ato de mol¬dar aqueles que são chamados. Sim, Deus está moldando você!
Na vida do cristão o que não acontece a mando de Deus, acontece com a permissão dEle.
Deus "sonha" com "alguém" que Lhe abra as portas para poder mol¬dar-lhe, ajustar-lhe, e fazer desse al¬guém um grande campeão!

( Trecho do livro de Marco Feliciano - O Sonho do Homem e o Projeto de Deus)

1 de fev de 2010

UM PRESENTE PARA DEUS


Paz e bem,


Dar um presente a uma pessoa que aparente já tem tudo é um desafio. Imagine dar um presente a quem não só aparenta ter tudo, mas que efetivamente é o Senhor da criação.



Os antigos acreditavam que o sacrifício de animais e o fruto da terra seriam presentes agradáveis ao Senhor, desde os tempos de Caim e Abel esta prática é realizada e desde o início tal prática foi marcada pela morte. O assassinato de Abel já era o prenúncio de qual espírito moveria o homem que passou a ver o sacrifício muito mais como possibilidade de compra de favores. Agradaria isto ao Senhor? Pode o sangue derramado de qualquer criatura ser suficiente para redimir alguém? Aquele que é dono da Terra e tudo o que ela contém, se satisfaria em receber aquilo que já é seu?



Outros oferecem seus bens. Nos dias de hoje há uma ênfase tremendamente grande aos dízimos e ofertas como caminho para agradar o Senhor. No entanto, sem querer diminuir a nossa responsabilidade e o prazer de ser dizimista e ofertante, a verdade é que Ele também é dono da prata e do ouro.



Podemos oferecer nossa vida, e isto é muito bom, mas mesmo a minha e a sua vida nunca nos pertenceu. Fomos eleitos antes da fundação do mundo, antes mesmo que o Sol, a Lua e as estrelas existissem, nós já pertencíamos a Ele. Aquilo que chamamos de “aceitar a Jesus” nada mais é do que a tomada de consciência da realidade de que já pertencíamos a Ele desde sempre. Seria como nos descobrirmos herdeiros de uma fortuna da qual nunca tivemos conhecimento.



Ora, se a Ele pertence tudo, que presente nós poderíamos dar a Ele? Existe alguma coisa que possamos dar que Deus não possua? Existe algo que o homem tenha que Deus não tem para que possamos oferecer?



Sim! Existe algo que eu tenho e que Deus não tem e eu tenho certeza que quando oferecemos, alegramos o coração Dele sobremaneira. A coisa que temos e que Deus não tem chama-se o pecado.



Exatamente. Os nossos pecados, pequenos e grandes, de todos os tipos e formas, pecados por omissão ou comissão, pecados sociais ou ontológicos, todos os nossos pecados não pertencem a Deus. Ele não os possui, e são a única coisa que nós temos e Ele não tem.



Ofereça o seu pecado a Ele. Abra mão. Entregue a Ele. E permita que Ele te cure. Este é o maior presente que você pode oferecer.



Que o perdão do Senhor inunde sua vida.







Pr. Denilson Torres

Ministério Fruto do Espírito