15 de ago de 2009

Reflexão

Círculo do ódio


Um senhor muito importante gritou com o Diretor de sua empresa, porque estava zangado nesse momento.

O Diretor chegou em casa, e gritou com sua esposa, acusando-a de gastar muito dinheiro, porque tinha muita comida na mesa.

Sua esposa gritou com a empregada porque esta quebrou um prato.

A empregada deu um pontapé no cachorro porque este lhe fez tropeçar.

O cachorro saiu correndo e mordeu uma velhinha que passava pela rua, porque estava obstruíndo sua saída pela porta.

Essa velhinha foi até a farmácia para tomar uma vacina contra a mordida e, ela gritou com o farmacêutico porque a vacina lhe doeu muito ao ser aplicada.

O farmacêutico, por sua vez, e chegou em casa e gritou com sua mãe, porque a janta não estava de seu agrado.

Sua mãe, tolerante e em um manancial de amor e perdão, acariciou seus cabelos, e lhe disse:

Filho querido, prometo que amanhã eu farei seu prato predileto. Você trabalha muito, se cansa bastante e precisa de uma boa noite de sono.

Vou trocar os lençóis de sua cama e colocarei uns lençóis limpinhos e perfumados, para que Você possa descansar em paz.

Abençoou seu filho, saiu do quarto e o deixou sozinho no quarto, perdido em seus pensamentos... Nesse exato instante, o Círculo do ódio se interrompeu, porque este se deu de cara com a TOLERÂNCIA, a DOÇURA, o PERDÃO e o AMOR.

Se você entrou nesse círculo, não se entristeça, tenha paciência; porque só Você pode interromper esse círculo, por meio da TOLERANCIA, DOÇURA , PERDÁO E AMOR...

Lc 6.37 - Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; perdoai, e sereis perdoados.


Rm 12.10 - Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros;


1Pe. 1. 22 - Já que tendes purificado as vossas almas na obediência à verdade, que leva ao amor fraternal não fingido, de coração amai-vos ardentemente uns aos outros,

Nenhum comentário: