1 de fev de 2010

UM PRESENTE PARA DEUS


Paz e bem,


Dar um presente a uma pessoa que aparente já tem tudo é um desafio. Imagine dar um presente a quem não só aparenta ter tudo, mas que efetivamente é o Senhor da criação.



Os antigos acreditavam que o sacrifício de animais e o fruto da terra seriam presentes agradáveis ao Senhor, desde os tempos de Caim e Abel esta prática é realizada e desde o início tal prática foi marcada pela morte. O assassinato de Abel já era o prenúncio de qual espírito moveria o homem que passou a ver o sacrifício muito mais como possibilidade de compra de favores. Agradaria isto ao Senhor? Pode o sangue derramado de qualquer criatura ser suficiente para redimir alguém? Aquele que é dono da Terra e tudo o que ela contém, se satisfaria em receber aquilo que já é seu?



Outros oferecem seus bens. Nos dias de hoje há uma ênfase tremendamente grande aos dízimos e ofertas como caminho para agradar o Senhor. No entanto, sem querer diminuir a nossa responsabilidade e o prazer de ser dizimista e ofertante, a verdade é que Ele também é dono da prata e do ouro.



Podemos oferecer nossa vida, e isto é muito bom, mas mesmo a minha e a sua vida nunca nos pertenceu. Fomos eleitos antes da fundação do mundo, antes mesmo que o Sol, a Lua e as estrelas existissem, nós já pertencíamos a Ele. Aquilo que chamamos de “aceitar a Jesus” nada mais é do que a tomada de consciência da realidade de que já pertencíamos a Ele desde sempre. Seria como nos descobrirmos herdeiros de uma fortuna da qual nunca tivemos conhecimento.



Ora, se a Ele pertence tudo, que presente nós poderíamos dar a Ele? Existe alguma coisa que possamos dar que Deus não possua? Existe algo que o homem tenha que Deus não tem para que possamos oferecer?



Sim! Existe algo que eu tenho e que Deus não tem e eu tenho certeza que quando oferecemos, alegramos o coração Dele sobremaneira. A coisa que temos e que Deus não tem chama-se o pecado.



Exatamente. Os nossos pecados, pequenos e grandes, de todos os tipos e formas, pecados por omissão ou comissão, pecados sociais ou ontológicos, todos os nossos pecados não pertencem a Deus. Ele não os possui, e são a única coisa que nós temos e Ele não tem.



Ofereça o seu pecado a Ele. Abra mão. Entregue a Ele. E permita que Ele te cure. Este é o maior presente que você pode oferecer.



Que o perdão do Senhor inunde sua vida.







Pr. Denilson Torres

Ministério Fruto do Espírito

Um comentário:

Luciano disse...

Primeiramente parabéns pela iniciativa de divulgar a Palavra do Senhor.
Quanto ao texto, apesar de não ser de sua autoria, tratou interessantemente a questão de pecado, nos levando a acreditar que estava se falando de outra coisa.
Muito boa a idéia de presente, mas é claro um presente que queremos nos livrar, mas que junto dele possa ser levado o nosso arrependimento ao Senhor Deus.

Graça e Paz