8 de jan de 2010

Que amor é esse?


Que a graça, a bondade e a misericórdia de
Deus, o nosso bondoso Pai Celestial, se transformem
em realidade em seu coração. É tão bom
perceber a realidade de que Deus nos ama! Hoje
é um novo dia e, essa graça envolve o seu coração.
Pode parecer um pouco estranho, caso você
esteja lendo essa frase pela primeira vez, mas
creia que isso é verdade. Não quero que você se
esqueça da realidade do quanto Deus o ama. O
Senhor diz que o ama e tem o melhor para a sua
vida. Existem muitas ocasiões em que as circunstâncias,
aquilo que os nossos olhos podem per12
ceber, sempre parece nos dizer o contrário: “Deus
não te ama, não se importa, nem liga para você. Ele
nem sabe que você existe”. Mas você precisa ver a
vida não pela sua ótica natural ou por aquilo que,
muitas vezes, o inimigo de nossas almas, Satanás,
procura instilar em nossa mente. As circunstâncias
não devem, de forma alguma, determinar a
nossa própria relação com Deus. Pelo contrário, é
por meio da fé que recebemos mais do seu amor
e da sua graça. E, à medida que o seu coração se
enche de fé, brota dentro de você a esperança. E
quando a esperança estiver cantando dentro da
sua alma, você pode ter a certeza de que o seu
coração permanece irremovível, cheio de certeza,
de fé, de alento e de um sorriso. Ainda que
as circunstâncias não sejam tão coloridas como
você gostaria que fossem.
Habacuque foi um homem que trouxe uma
palavra de fé, esperança e alento para o povo de
Israel, num momento semelhante ao que estamos
vivendo hoje. Muitas vezes no seu lar, quem
sabe no seu casamento, nos seus negócios, parece
que nada está indo bem e que seus sonhos
foram frustrados, uma situação delicada se instalando
na sua vida. A Palavra de Deus diz assim
no livro de Habacuque, capítulo 3, versos 17 e 18:
“Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto
na vide; o produto da oliveira minta, e os campos
não produzam mantimento; as ovelhas sejam arrebatadas
do aprisco, e nos currais não haja gado,
todavia, eu me alegro no Senhor, exulto no Deus da
minha salvação.” Habacuque foi um homem que
experimentou fracassos, desilusões, sonhos que
não se concretizaram. Porém, ele disse: “Todavia
eu me alegro no Senhor, exulto no Deus da minha
salvação.”
As fontes da nossa alegria não são as coisas,
as respostas que recebemos, mas a pessoa de Jesus
Cristo, com a qual podemos manter um relacionamento.
A fonte da verdadeira alegria é uma
pessoa que nos ama, e quando o nosso coração
também explode em amor por Ele, por Jesus, então
tudo passa a ser diferente. Não serão as circunstâncias
que irão determinar a nossa relação
com o Senhor.
Há muita gente, hoje, indo para as igrejas,
correndo de um lado para o outro, em busca de
bênçãos. “Ah, eu quero que Jesus resolva esse problema;
ah, eu quero que ele me dê um casamento;
ah, eu quero que Ele faça meu marido voltar para
casa”. Enxergam Deus apenas como um papainoel,
a figura lendária que realiza todos os desejos,
que entrega todo tipo de presente. Isso porque
estão interessados apenas na bênção e não
no doador da bênção. O que é mais importante?
A bênção ou o doador da bênção? Espero que a
sua resposta seja o doador da bênção.
Podemos perceber que o profeta Habacuque
havia experimentado exatamente isso. Recordemos
a fala do profeta:
“Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto
na vide; o produto da oliveira minta, e os campos
não produzam mantimento; e as ovelhas sejam arrebatadas
do aprisco, e nos currais não haja gado.”
Por tudo aquilo que ele semeou, por tudo
aquilo que ele investiu, por tudo o que ele trabalhou,
batalhou, ele esperava ter o resultado e
se, de repente, aquele resultado não viesse, o que
ele iria fazer? Se matar, se acabar? Não foi o que
ele fez.
Mas infelizmente essa tem sido a atitude de
muitas pessoas. Quando as pessoas não têm a
compreensão de um relacionamento com Jesus
Cristo, quando um sonho é frustrado, quando um
desejo não é satisfeito, quando uma expectativa
não é alcançada, de repente a pessoa passa a
brigar com tudo, e a amargura começa a tomar
conta da vida dela. Ela fica mal humorada, se torna
alguém de difícil convívio. Ela entra então em
um processo de autodestruição. Quem sabe você
esteja vivendo esse processo, se autodestruindo
pouco a pouco, dia após dia. Parece que as coisas
estão tão ruins, que as suas expectativas foram
frustradas. A dor, o desespero e a incredulidade
tomaram conta de você. Entretanto, quero que
você entenda que os seus fios de cabelo, todos
eles, estão contados de diante de Deus.
Você precisa entender que Deus conhece essa
situação que você está enfrentando. Algumas
coisas têm de ser derrubadas mesmo, para que
Deus possa fazer tudo de novo. Quem sabe tudo
o que você fez, que você construiu, foi sem a sabedoria
divina, muitas vezes instigado pelas palavras
de Satanás! Quem sabe, muitas coisas que
você alcançou não tenha sido de modo honesto?
E agora essas coisas precisam ruir para que aquilo
que é verdadeiro e inabalável permaneça.

Pr Márcio Valadão(Trecho do livro: "Profetizando vida 1")

Nenhum comentário: